A atualidade do pensamento de Celso Furtado

A Atualidade do Pensamento de Celso Furtado

A Atualidade do Pensamento de Celso Furtado

Em 2005, após a realização de um curso de Economia Política da América latina, ministrado no curso de graduação da Universidade federal de Pernambuco (UFPE), seguido de um seminário aberto onde a obra de Celso Furtado foi amplamente discutida, a ideia inicial deste livro começou a tomar corpo. A importância de Celso Furtado, não apenas para a economia brasileira, mas para a economia latino-americana e internacional, faz com que tantos intelectuais queiram resgatar, reavivar ou reatualizar a sua contribuição.

Na busca deste ideal, o livro A Atualidade do pensamento de Celso Furtado, com organização de Marcos Costa Lima e Maurício Dias David, é dividido em três partes que se complementam: o pensamento político; o econômico; e a contribuição empírica de Celso Furtado enquanto gestor público durante os governos de Juscelino Kubitschek e João Goulart.

A Atualidade do pensamento de Celso Furtado resgata pontos fundamentais do nosso economista, além de contribuir para uma reflexão nova sobre a obra de Celso Furtado e o futuro do país, além de esmiuçar a fecunda produção do exílio, as interdisciplinaridades, as reflexões, as intervenções na esfera pública, a constante e privilegiada lucidez. Abre o leque das inquietações/paixões que Celso Furtado incorporou na ânsia de entender o Brasil, o mundo..

Rosa Freire d’Aguiar Furtado

Marcos Costa Lima

Maurício Dias David

(com modificações)

A Editora

A Editora Francis foi criada após o falecimento de Paulo Francis, polêmico e renomado crítico e jornalista brasileiro, em fevereiro de 1997. Em sua primeira fase a Editora Francis publicou livros sobre várias áreas do conhecimento como literatura, arte, ciências sociais, crítica, variedades; de autores brasileiros e estrangeiros como Michael Moore, Henry Miller, Javier Cercas, Shunryu Suzuki, T.H. White, Isaac Bashevos Singer entre outros, além claro, do próprio Paulo Francis.

Com o passar dos anos e mais de 100 (cem) títulos publicados, a sociedade foi esmorecendo e os sócios acabaram por se dedicar a outras áreas do conhecimento. Com isso a Editora Francis passou a dedicar-se mais a reimpressões de seus títulos.

Passada esta fase de pouca produtividade em novos lançamentos a Editora Francis associou-se à Verbena Editora que passou a publicar coedições de novos títulos também em todas as áreas do conhecimento.

Por ter um grupo de editores formado, em sua maioria, por ex-professores universitários, a Verbena Editora, capitaneada pelo Editor-Chefe Benicio Viero Schmidt, nesta segunda fase, inicial, está a lançar novos títulos ligados a autores e autoras da área de ciências sociais tais como Ronald Inglehart, Christian Welzel, Lia Zanotta Machado, Ana Maria Fernandes, Sonia Ranincheski. Outros autores como Ivan Quagio, Ivald Granato, José Zaragoza também figuram como os mais novos lançamentos da parceria Francis/Verbena em áreas da história social e das artes.

Esperamos que o público, sempre de alto nível, possa apreciar e colaborar com esta nova fase da Editora Francis em parceria com a Verbena Editora. Afinal, este Sítio está aberto a leitores e leitoras que queiram expressar sua opinião sobre nossas obras.

Anúncios

Um pensamento sobre “A atualidade do pensamento de Celso Furtado

  1. Pingback: A atualidade do pensamento de Celso Furtado « Blog do Rabay | Info Brasil

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s