Teorias Quarantinianas

obvious_cinema_tarantino_tarantinos-mind_pulp-fiction_reservoirs-dogs_grindhouse2

O que se segue é provavelmente a melhor teoria da conspiração que ouvi. Pior do que isso: tem lógica.

Extraído do obvious

“É até compreensível que o curta metragem Tarantino`s Mind continue pouco conhecido do público; afora as dificuldades de encontrar o vídeo em mídia, seu tom nada delicado e submundesco conferido pelos roteiristas/diretores “anônimos” que assinam sob o pseudônimo 300 Ml, as muitas referências (de Cecil B. DeMille à ESPM) que são metralhadas pela tela em menos de doze minutos e mais a temática meio de-fã-para-fã, deram-lhe um certo ar de filme para poucos. Vamos esquecer esse engano. Surpresa geral do Festival de Cinema do Rio em 2006, a produção da Republika Filmes, deixou atônitos até os críticos que só esperavam sair dali dizendo alguma coisa sobre o novo do De Palma (naqueles dias, eram as primeiras exibições de Dália Negra no Brasil); o ousado curta consegue se expandir de homenagem a um dos maiores cineastas contemporâneos, para uma sedução aos apaixonados por cinema – e não só aos admiradores do, dispensa-apresentações, Quentin Tarantino.

O curta se passa num bar de São Paulo e reúne, entre choppes, batatas fritas, palavrões, absurdos e pessoas que talvez sejam intelectuais, filósofos e jogadores de poker; nele, as duas improváveis figuras de Selton MelloSeu Jorge, como dois cinéfilos, dialogam sobre a filmografia de Quentin Tarantino pretendendo revelar os pontos que amarram toda a obra do cineasta.”

Assista o curta

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s